domingo, 7 de fevereiro de 2010

SINFONIA DE LUZES - ALEGRIA, ALEGRIA!


Esta é a minha imagem da ALEGRIA, fotografia (trabalhada em fotoshop) que tirei ao anoitecer, à beira da Baía de Hong Kong, quando fazia o passeio de barco "Sinfonia de luzes". As luzes de todas as  cores reflectiam-se nas águas do mar, produzindo um efeito especial e multi-cor. O silêncio dos céus era cortado com os sons arrepiantes da 9ª Sinfonia de Beethoven - O HINO DA ALEGRIA - que ecoavam do topo dos arranha-céus, arranhavam a alma da gente e  fazíam as lágrimas correr.....lentamente!
São estes momentos de prazer que nos dão força para viver......


ALEGRIA

"De passadas tristezas, desenganos
amarguras colhidas em trinta anos,
de velhas  ilusões,
de pequenas traições
que achei no meu caminho.....
de cada injusto mal, de cada espinho
que me deixou no peito a nódoa escura

Duma nova amargura....
De cada crueldade
que pôs de luto a minha mocidade....
De cada injusta pena
que um dia envenenou e ainda envenena
a minha alma que foi tranquila e forte....
De cada morte
que anda a viver comigo, a minha vida,
de cada cicatriz,
eu fiz
nem tristeza, nem dor, nem nostalgia
mas heróica alegria.

Alegria, brutal e primitiva
de estar viva,
feliz ou infeliz,
mas bem presa à raiz.

Volúpia de sentir na minha mão
a côdea  do meu pão.
Volúpia de sentir-me ágil e forte
e de saber enfim que só a morte
é triste e sem remédio.
Prazer de renegar  e de destruir o tédio,
Esse estranho cilício
e de entregar-me á vida como a um vício.

Alegria!
Alegria!
Volúpia de sentir-me em cada dia
mais cansada, mais triste, mais dorida
mas cada vez mais agarrada à vida!"

(Fernanda de Castro -D!Aquém e D!Além alma)

24 comentários:

  1. Olá Helena!

    Escolheu um bonito poema de "resistência" - se é que esta classificação é permitida- para esta tarde de Domingo; verdadeiro hino à alegria de viver , ainda que esta se faça presente pela sua ausência.

    Um abraço.
    Vitor

    ResponderEliminar
  2. Uma escolha acertada para este tempo de tantas dúvidas...
    Um abraço
    Chris

    ResponderEliminar
  3. BOM DIA!
    FESTA SURPRESA...
    CONVITE.
    GOSTARIA DE RECEBER PARA BRINDARMOS O ANIVER...
    TE ESPERO..
    ONDE: CURIOSA.
    HORÁRIO: DURANTE O DIA.
    DIA:08.02.2010

    FICAREI MUITO FELIZ EM TE RECEBER...
    SANDRA

    ResponderEliminar
  4. Helena. Perfeito. Não sei nem o que falar diante de tanta beleza! Parabéns. Beijos, amiga e obrigada por sua visita ao Arca. Adoro quando aparece. Tenha uma semana feliz.

    ResponderEliminar
  5. Passei para um beijo...



    PALAVRA


    O amor...
    Palavra pequena...
    Palavra simples...
    Mas palavra...

    ......

    Palavra...
    Que é...
    Forte...
    Palavra...
    Que é...
    Imprescindível...

    ......

    Que todos querem...
    Pois quem não sabe...
    ...Amar...
    Não sabe também...
    ...Viver!...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  6. *
    Helena,
    belissima escolha,
    obrigado,
    ,
    E a festa continua... é também festa
    o cardo e a urze, o tojo, a murta, a giesta,
    a chuva no beiral, o vento Norte,
    o gosto a mar, a lágrimas, a sal,
    até que um dia a vida, a bem ou mal,
    exausta de cantar me empreste à morte.
    ,
    in-Fernanda de Castro,
    ,
    conchinhas, deixo,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  7. Obrigado por sua mensagem!

    Você
    tem idéia do quanto fiquei
    feliz ao receber a sua mensagem ontem?

    Saiba que você é uma pessoa que
    admiro muito, alguém realmente especial,
    e receber esta surpresa fez o
    meu dia muito melhor.

    A vida fica realmente iluminada
    quando se tem amigos como você.
    Tenha um dia feliz!

    beijooo.

    ResponderEliminar
  8. Hello Helena,
    i see JOY spread all over here.How have you been my friend ?

    ResponderEliminar
  9. Boa noite Helena,
    belo trabalho, parabéns!
    Quanto ao poema, é simplesmente fantástico, grata pela partilha!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  10. Também já editei Fernanda de Castro. Desde a minha adolescência que a leio. Julgo que a sua "força" tem muito a ver com a nossa alma africana. Hoje, vale a pena passar pelo Zambeziana...penso eu!!
    E com esta explosão de alegria, desejo-te um óptimo fds
    Graça

    ResponderEliminar
  11. Bom dia.
    Linda imagem, bela poesia. Parabéns pelo comnjunto do seu post.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um BOM CARNAVAL.
    Saudações Florestais !

    ResponderEliminar
  12. Bom Dia !!!!

    A Felicidade maior, está dentro de nós mesmos.

    O que satisfaz o nosso ego,
    que preenche este espaço chamado Felicidade,
    é saber que alguém é feliz só por saber que você existe
    e se faz presente em todos os momentos de nossa vida.

    Que seu dia seja repleto de conquistas e vitórias.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  13. Excelentes palavras em tão belo e sentido momento... gostei muito de ler e de sentit

    Parabéns

    Luis

    ResponderEliminar
  14. Alegria sempre. Bela imagem,belo poema.

    Linda página,completa.


    E não vens aqui em Recife?


    Um grande bejo,


    Linda Simões

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  16. Helena,

    te enviei o tel/cel por e-mail.

    Beijo,


    Linda Simões

    ResponderEliminar
  17. Olá Helena, bela fotografia...belo poema...Espectacular....
    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Lindo este poema da Fernanda Castro!
    beijos menina, linda semana para ti

    ResponderEliminar
  19. Vim te desejar um ótimo fim de semana pra vc.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  20. M de Mulher:

    Seus Malabarismos Mágicos Manipulam Marionetes.
    Meninas, Mães, Madres, Marquesas e Ministras.
    Madalenas ou Marias.

    Marinas ou Madonas.
    Elas são Manhãs e Madrugadas.
    Mártires e Massacradas.
    Mas sempre Maravilhosas, essas Moças Melindrosas.
    Mergulham em Mares e Madrepérolas, em Margaridas e Miosótis.
    E são Marinheiras e Magníficas.
    Mimam Mascotes.
    Multiplicam Memórias e Milhares de Momentos.
    Marcam suas Mudanças.
    Momentâneas ou Milenares, Mudas ou Murmurantes,
    Multicoloridas ou Monocromáticas, Megalomaníacas ou Modestas,
    Musculosas, Maliciosas, Maquiadoras, Maquinistas,
    Manicures, Maiores, Menores, Madrastas,
    Madrinhas, Manhosas, Maduras, Molecas,
    Melodiosas, Modernas, Magrinhas.
    São Músicas, Misturas, Mármore e Minério.
    Merecem Mundos e não Migalhas.
    Merecem Medalhas.
    São Monumentos em Movimento, esses Milhões de Mulheres Maiúsculas.

    (texto tirado da net).

    FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  21. Helena,
    A vida deve ser disfrutada em pleno e a Helena tem a força, a vitalidade e a beleza das almas bonitas. Não devemos nunca sucumbir nem à tristeza, nem à dor, nem à nostalgia
    mas sim à heróica alegria. São estes sentimentos positivos, com os quais me identifico, que também encontrei em si. Neste Dia Internacional da Mulher envio-lhe um grande abraço, com muita amizade, e deixo-lhe no meu blog "Manifesto" uma dedicatória( http://manifesto-surrealista.blogspot.com/2010/03/olga-e-helena.html ) Desejo-lhe umas férias fantásticas por essas terras do Brasil, que tão bem conheço e da qual guardo tão boas recordações, cheias de paz e tranquilidade passadas em família. Quem me dera voltar já hoje! Um bj, Cristina

    ResponderEliminar
  22. __________________________________________


    Belíssimo poema! Obrigada, por partilhar conosco... Embora eu pense que o apego exagerado à vida, não é muito positivo... Viver sim! Mas, sabendo que é transitória, apenas uma curta passagem nessa longa viagem...


    Beijos de luz e o meu carinho!

    A foto é mesmo um sorriso!

    ___________________________________________

    ResponderEliminar
  23. lENA, Love is a very powerful force as I listened to the music on the Kowloon side. KP

    ResponderEliminar