segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

ILHA DO BORNEO

O  MERCADO  FILIPINO




Havia pilhas de peixes na bancas,
De todas as cores, feitios e tamanhos,
Pequenos, médios, grandes e graudos
Um peixeiro fatiava o atum,
O cutelo erguia-se no ar, a lamina brilhava e cortava,
Outro peixeiro, um filipino, fazia a cirurgia,
As tripas saltavam,  esguichavam e o sangue escorria
O ventre abria e o peixe gemia,
O Sol brilhava e a sua luz intensa tudo iluminava....!







                                                                           
Havia frutos coloridos e exóticos,
Os vendedores lançavam os pregões,
Os "riggits" passavam de mão em mão
O mercado fervilhava,
Os turistas fotografavam, mas não compravam,        
Os malaios vinham com os filhos às compras,
Uma chinesa comia uma espetada,
Um jacto roncava nos céus e sobrevoava,
A terra tremia
E no pano de fundo já o sol descia....!


Era hora de jantar  o cheiro já perfumava o ar,
Os grelhados fumegavam,
Os fumos subiam e as lâmpadas acendiam,
Os camarões eram tigres, as lulas  gigantes,
Os peixes gordos e suculentos,
A fome crescia e os olhos comiam,
Chegava  gente de todo o lado ,
Eram malaios, chineses e ingleses,
A noite caía,
O Sol mergulhava e a luz do dia desaparecia....!







O mercado Filipino ou "night market" é
conhecido como o melhor da Ilha do Bornéo e arredores, talvez mesmo o melhor mercado ao ar livre, do sudeste Asiático. De fronte ao Mar do sul da China, na cidade de Kota Kinabalu, capital do Sabah, o mercado é um mundo de contrastes. ao final do dia gera-se um turbilhão de gente, de raças diferentes, linguas orientais e culturas exóticas. Os super-jactos interronpem o alarido com o roncar dos reactores, levam como destino Hong-Kong, Manilha, Tokyo, Kuala Lumpur......, vêm os turistas "acidentais", vêm jantar ao barbecue filipino, "o verdadeiro paraiso da seafood", comem um jantar de principes e pagam o preço da "chuva". Esta é uma paragem obrigatória depois dum safari na selva ou um mergulho no fundo do mar!
Ao lado fica o Central Market, onde  se vendem  jóias,  pedras semi-preciosas, conchas e cristais. É aqui que se procuram os souvenirs mais elegantes, regateiam-se ao milímetro e compram-se a metro as pérolas de cultura, de água doce e barrocas, de todos os tamanhos, cores  e feitios,  este é o verdadeiro mercado das "pechinchas"............


http://www.youtube.com/watch?v=j_xvcOUZs2E

29 comentários:

  1. Helena, são os prazeres que a natureza nos oferece, nem sempre retribuída com a mesma generosidade...Beijos. Carlos

    ResponderEliminar
  2. Olá Helena!

    Feliz e gostosa combinação, esta que conseguiu juntando a poesia à gastronomia.As lindas fotos ajudam-nos a imaginar os cheiros e sabores que o post não consegue trazer até nós ... e fazem crescer água na boca.
    Um abraço.
    Vitor Chuva

    ResponderEliminar
  3. Quite a bustling place. I wouldn't have had the stomach for it, being a vegetarian, but I enjoy the art & crafts side of these markets. Happy new year!

    ResponderEliminar
  4. ___________________________________________

    Nossa! Realmente é muito movimento... Só não gostei da parte dos peixes...Pobrezinhos!


    Como sempre, vir aqui é uma verdadeira asula...

    Obrigada!

    Beijos de luz, o meu carinho e FELIZ 2010!

    ____________________________________________

    ResponderEliminar
  5. Que maravilha, poesia, fotos, lindo!
    Feliz 2010

    ResponderEliminar
  6. Oiiii

    Vim te conhecer!
    Adoro essas curiosidades culturais..

    Mas não sei se teria coragem de comprar certas coisas rsrsrs

    bjs

    ResponderEliminar
  7. Olá Helena, bela foto-reportagem...Espectacular....
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Increibles fotorreportajes. ¡Sos muy buena fotógrafa!
    Saludos

    ResponderEliminar
  9. Olá!
    Gostei muito das fotos, parabéns.
    irei seguir essas curiosidades
    abraço.

    ResponderEliminar
  10. Helena,
    Como sempre é um prazer passar por aqui, ver as suas fotografias e ouvir o seu relato desta viagem, que me toca particularmente. Dou-lhe os meus sinceros parabéns porque as fotografias estão excelentes, com umas tonalidades lindíssimas, com um realismo tal que parece que podemos tocar nos frutos e nos produtos expostos. Esse mercado das pérolas é impressionante, com uma variedade que eu nunca tinha visto, uma verdadeira tentação.É engraçado o método de compra. Os preços discutem-se calorosamente, mas com resultados positivos no final. Gostei imenso de rever este nosso passeio. Gostei muito da sua companhia. Um bj Helena e fico a guardar por mais. (Essas fotografias mereciam tamanho grande...estão lindas!)

    ResponderEliminar
  11. Hoje estou agradecendo de um por um por eu ter alcançado mais de 100.000 visitas, isso não seria possível sem vc, meu muito obrigada.

    Fim de semana de muitas bençãos.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  12. querida Helena, as suas imagens são tão vivas, tão reais....e a cor fascina...

    muito obrigada pelas palavras

    ResponderEliminar
  13. *
    optimo post,
    belo texto,
    e fotos,
    lindas, lindas, lindas ,
    ,
    conchinhas, deixo,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  14. há de facto um perfume que não conhecemos na simplicidade de ser diferente daquilo que vemos.

    ResponderEliminar
  15. Desejo nesta semana pra vc amiga:


    Paciência para as dificuldades
    Tolerância para as diferencias
    Benevolência para os equívocos
    Misericórdias para os erros
    Perdão para as ofensas
    Equilibrios para os desejos
    Sensatez para as escolhas
    Sensibilidades para os olhos
    Delicadezas para as palavras
    Coragem para as provas
    Fé para as conquistas
    E amor para todas as ocasiões

    beijooo.

    ResponderEliminar
  16. beautiful images of another world - a world of sounds smells and colors!

    ResponderEliminar
  17. Um texto magnífico acompanhado com fotos lindíssimas, quase com cheiro e sabor...
    Um abraço e parabéns pelo seu espaço
    Chris

    ResponderEliminar
  18. Nooossa eu faria a festa nesse mercado, adoro peixes e frutas, e me pareceu tão colorido, tão cheio de energia!
    Minha querida, fiquei muito feliz com as palavras no meu post, e vim te desejar dias lindos e cheios de inspiração...
    Receba meu carinho sempre!

    ResponderEliminar
  19. OLA HELENA, BELISSIMAS FOTOS...O TEXTO ESTA EXCELENTE...ADOREI...VOTOS DE UM RESTO DE FELIZ SEMANA AMIGA!!!
    BEIJOS COM CARINHO,


    SUSY

    ResponderEliminar
  20. Um trabalho muito bom.
    deixo um beijo

    ALMA


    Alma parada…
    Alma dormida…
    E assim…
    Nem sei o que sou…

    Não sei o que sou…
    Não sei o que quero…

    Mas sei…
    O que queria ser…

    E sei…
    O que quero…

    Mas quero…
    O que não quero…

    E então
    Fico-me neste dilema…

    De saber…
    Mas não saber…

    Nem o que sou…
    Nem o que quero…

    Lili Laranjo

    ResponderEliminar
  21. Vim agradecer a visita, eu tenho outro dois blogs e não tenho dado conta rssrsrsr
    Adorei as imagens, bom deve ser poder conhecer o mundo assim, novas culturas, novas linguas, estilos de vida!

    ResponderEliminar
  22. O troar do trovão, esta incessante chuva
    As estrelas choram todas as mágoas na terra
    Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
    O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

    As casas do sul ruiram todas
    Tal como a esperança desesperada
    Toquei no rosto de uma criança triste
    Senti uma paz surgir do nada


    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  23. Wonderful and unique post about the unique market, but I felt so sorry for the murdered :(

    And yes, the red color of the watermelon looks so bright; in fact, all the fruits look so bright :)

    Mexican Prickly Poppy [Argemone Mexicana, Satyanashi, सत्यानाशी]

    ResponderEliminar
  24. Oh wow...those photos are so beautiful - live with colours and movement!

    ResponderEliminar